1. 16/11/2019

Ex-prefeito de Cambira já está preso na PEL, em Londrina, por estupro de vulnerável foi condenado a devolver R$ 1,9 milhão desviados da Educação.

A Justiça confirmou nesta semana que o empresário e ex-prefeito de Cambira Sidney Bellini, de 67 anos, e sua esposa, Maria Neuza Belini, que também foi prefeita da cidade, foram condenados por desvio de dinheiro público destinado à Educação (à época o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério – Fundef). Sidney e Neuza terão que ressarcir R$ 1 milhão e 900 mil reais desviados dos cofres públicos de Cambira.

Por conta da situação do desvio do dinheiro público, foi penhorado um imóvel do casal no município de Roncador (região central do Paraná), avaliado em R$ 1 milhão e 228 mil reais.

A cidade de Cambira está jurisdicionada à Comarca de Apucarana.

Estupros

Sidney Belini já encontrava-se detido quando ocorreu a decisão judicial. Ele foi preso em flagrante no dia 15 de dezembro de 2017 acusado de estuprar uma adolescente de 13 anos. O abuso ocorreu em um motel da cidade de Mandaguari e a menina teria recebido R$ 50,00 do ex-prefeito.

De acordo com a Polícia Militar, o abuso foi descoberto pela mãe da vítima, que flagrou uma conversa de WhatsApp entre a filha e o ex-prefeito. A mãe, então, se passou pela menina e conseguiu informações suficientes para denunciar o caso.

A menina de 13 anos passou por exames no Instituto Médico Legal de Apucarana que comprovaram o abuso. Em seguida outras denúncias similares contra Bellini foram feitas à polícia e formalizadas pelo Ministério Público (MP).

Condenação

Em meados de novembro de 2018, o ex-prefeito de Cambira, Sidney Bellini, foi condenado em primeira instância, a 13 anos e nove meses de prisão em regime fechado por abusar sexualmente de menores em Mandaguari. A decisão foi da juíza da Vara Criminal do Foro Regional de Mandaguari.

O político deve cumprir pelo menos 2/5 da pena para progressão de regime de liberdade, pois o crime é qualificado como hediondo. Atualmente ele está preso na Penitenciária Estadual de Londrina (PEL), depois ficar detido por algum tempo no minipresídio de Apucarana.

Compartilhe:

Sobre o Autor

**** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal do Canal 38 pelo Whatsapp: (43) 9 8447-1929 ****

1 comentário

  1. Antônio C. Guimarães em

    O ex prefeito de Cambira além de estuprar uma menor e sabe lá quantas mais, pois é do ramo, vai levar mais umas temporadas vendo o sol nascer quadrado , pelo estupro nas verbas do Município! Minha preocupação é a possibilidade do criminoso ser liberado em virtude da sacanagem do STF em suspender s prisão em 2a instância!!! Triste, né?

Deixe Um Comentário