05/02/2021

Um desentendimento entre dois policiais militares da 3ª Companhia de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba resultou na morte de um soldado, na noite desta quinta-feira (4), no bairro Vila Bancária.

Os policiais estavam trabalhando junto em uma das viaturas da PM, quando passaram a discutir e em determinado momento chegaram a vias de fatos. A discussão teria começado após uma manobra feita no trânsito.

Com a viatura já parada, na Rua Santa Mariana, por volta das 21 horas, um terceiro policial que também integrava a equipe, teria tentado acalmá-los. A discussão ficou mais tensa e os dois soldados da PM entraram em vias de fato. Um dos policiais identificado como Lécio Tadeu dos Santos, de 42 anos, teria dado um tapa no rosto de um soldado de 31 anos.

Após receber o tapa, o soldado mais jovem sacou a arma e atirou no rosto do parceiro. Uma equipe do SIATE chegou rapidamente ao endereço, mas o baleado já estava em óbito. O policial morto estava há 13 anos na corporação e trabalhava Companhia em Campo Largo, há cinco anos. O soldado que morreu entraria de férias nesta sexta-feira (05) e no retorno se apresentaria ao BOPE – Batalha de Operações Policiais Especiais, onde passaria a trabalhar.

O subcomandante da PM do Paraná, Coronel Hudson Leôncio Teixeira esteve no local onde ocorreu o crime. Segundo o oficial, o soldado que efetuou o disparo permanecerá preso e vai responder pelo crime de homicídio. A conduta dele será investigada pelo comando da PM de Campo Largo. Com informações do odianacidade.com.br e do CV Notícias.

Deixe seu comentário