16/02/2020

O vereador Rodolfo Mota confirmou que a Turma Recursal do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná não aceitou recurso apresentado pelo Município de Apucarana.

No recurso era discutido o episódio de adulteração de uma fotografia tirada no plenário da Câmara de Vereadores e divulgada no site da Prefeitura de Apucarana com a imagem de Rodolfo suprimida, enquanto Beto Preto era o Prefeito.

Na audiência pública, o ex-secretário da fazenda Marcello Machado prestava contas, na imagem só aparece parte da mão do vereador Rodolfo Mota.

De acordo com o advogado Aluísio Ferreira, que esteve atuando na defesa dos direitos do vereador, “o Município fica obrigado a republicar em seu site e distribuir a todos os órgãos de imprensa, a foto, sem a adulteração, retratando a fidelidade dos fatos, sem qualquer cunho de discriminação”.

Vereador Rodolfo Mota denunciou o caso no legislativo de Apucarana

O vereador Rodolfo Mota é o mais votado da história da Câmara de Apucarana, com 3.565 votos, e seu nome é apontado como pré-candidato a prefeito de Apucarana nas eleições de outubro deste ano.

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário