10/09/2020

O novo Ato Executivo (Nº 41/2020) reforça ainda que todas as ações deverão ser desempenhadas, sempre que possível, remotamente, ou em regime de escala.

A Reitoria da Universidade Estadual de Londrina decidiu na quarta-feira (09) manter a suspensão das atividades acadêmicas e administrativas presenciais até 19 de outubro, considerando o momento epidemiológico conforme análise do Grupo de Trabalho sobre coronavírus da UEL. O novo Ato Executivo (Nº 41/2020) reforça ainda que todas as ações deverão ser desempenhadas, sempre que possível, remotamente, ou em regime de escala.

Esse é o sétimo Ato Executivo emitido pela Reitoria visando a suspensão das atividades presenciais e incentivando o trabalho remoto como forma de proteger os membros da comunidade universitária e evitar a proliferação do coronavírus.

Como nos decretos anteriores, o novo texto exclui do trabalho remoto as atividades consideradas essenciais como segurança patrimonial, manutenção e limpeza, além dos serviços de saúde.

O novo ato prevê a dispensa do trabalho presencial de pessoas consideradas de risco, como gestantes, maiores de 60 anos e portadores de doenças e comorbidades, devidamente comprovadas por atestado médico. Nesses casos os servidores poderão exercer o teletrabalho.

Conforme o documento, membros da comunidade universitária que realizarem atividade presencial nos espaços públicos da UEL deverão se atentar ao uso obrigatório de máscaras e demais cuidados, como lavar as mãos com frequência e manter o distanciamento entre as pessoas.

Leia a íntegra do ATO EXECUTIVO Nº 41/2020.

Deixe seu comentário