27/05/2021

O vereador Lucas Leugi concedeu entrevista ao Canal 38 após a sessão ordinária da Câmara nesta semana durante a qual reclamou de um projeto da Mesa Executiva do Legislativo Municipal que deixa os edis mais submissos ainda ao Poder Executivo, sendo que uma das principais funções dos vereadores é justamente a fiscalização política dos atos do Executivo.

“Cada vez mais estão alterando o regimento para que os vereadores de oposição não tenham espaço aqui na Câmara para expor às vezes projetos, emendas e indicações. Num gesto de protesto ontem eu protocolei uma emenda, óbvio que nem teve as tramitações regimentais, propondo que o local das sessões se daria na Prefeitura Municipal, no gabinete do prefeito e com a presença do mesmo. Uma emenda de protesto, tendo em vista que a Câmara virou um ‘puxadinho’ do Executivo. O prefeito age em cima dos vereadores como se os vereadores fossem funcionários dele e cada vez mais está achatando a questão democrática da Câmara Municipal e utilizando do seu poder para que a oposição fique sem espaço. Ele manda na Câmara. Talvez ele seja subordinado ao líder maior dele, que fica lá em Curitiba”, ressaltou o vereador Lucas Leugi.

Deixe seu comentário