06/05/2021

Dois casos já foram registrados na área da 16ª regional de saúde de Apucarana. Ao encontrar um animal dessa espécie, é preciso informar o órgão de saúde do município imediatamente.

A vigilância Sanitária faz um alerta aos moradores de Marilândia do Sul e região, já que recentemente foram diagnosticados dois casos do vírus da raiva em morcegos na 16º Regional de Apucarana. Na cidade, ainda não foram encontrados animais contaminados, mas a situação exige atenção.

Os morcegos são passíveis de adquirir e transmitir várias enfermidades, sendo que a mais preocupante é a Raiva, uma doença viral, aguda e letal. A doença pode ser transmitida pela saliva de um animal infectado, através da mordedura, lambedura ou arranhadura.

A incapacidade de voo é o primeiro sintoma observado nos morcegos raivosos, por tanto ao encontrar um morcego, com ou sem vida, voando em horário não habitual, ou seja, durante o dia) jamais se deve tocar sem proteção das mãos, ou deixar que animais de estimação e pessoas se aproximem.

A indicação é isolar o animal e comunicar o serviço de saúde para remoção  e encaminhamento para diagnóstico da raiva, pois todas as espécies mordem e podem estar infectadas com o vírus.

Em caso de contato direto com morcego, isto é, se o morador for mordido, arranhado ou lambido pelo morcego, deve-se procurar imediatamente orientação médica.

Fonte: Assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal de Marilândia do Sul

Deixe seu comentário